Influência do laser arseneto de gálio-alumínio em feridas cutâneas de ratos

Reggiani Vilela Gonçalves, Natanael Teixeira Alves de Sousa, Pedro Henrique Silva, Fabiano Sousa Barbosa, Clóvis Andrade Neves

Abstract


Objetivo: O presente estudo avaliou o efeito do laser arseneto de gálio-alumínio (GaAsAl) 830nm (30j/cm²) e da pomada Dersani® no processo cicatricial cutâneo de ratos wistar, em relação à proliferação fibroblástica e revascularização. Material e métodos: Foram utilizados 18 ratos wistar adultos jovens, machos, com peso médio de 324 g, provenientes do Biotério do Centro de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Viçosa. Foram feitas cinco feridas de 12 mm no dorso dos animais utilizando bisturi. Os animais foram divididos aleatoriamente em três grupos, cada grupo com seis animais: Grupo 1: Controle - os animais tiveram a ferida tratada com salina, Grupo 2: Feridas tratados com laser GaAsAl (830nm) 30J/cm² e Grupo 3: Feridas tratadas com Dersani®. As aplicações foram feitas diariamente durante 20 dias de experimento. O material para análise histológica foi corado com hematoxilina-eosina (HE), fotografados e analisados por meio do programa Image Pro-plus®, por contagem de pontos sob células de interesse. Resultados: Foi observado maior número de fibroblastos nos grupos tratados com o laser GaAsAl e com a pomada Dersani®, quando comparados ao controle no quarto dia do experimento. No entanto, no oitavo dia o grupo tratado com laser apresentou um número significativamente menor de fibroblastos, quando comparado ao controle e ao Dersani®. Em relação à revascularização foi observada diferença significativa entre o laser e o Dersani® no oitavo dia de experimento, em que o Dersani® se mostrou mais efetivo na formação de vasos sanguíneos. Conclusão: O grupo tratado com o laser GaAsAl no quarto dia aumentou significativamente a quantidade de fibroblastos quando comparado ao controle.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502010000300005

Refbacks

  • There are currently no refbacks.