AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE INDIVÍDUOS QUE UTILIZAM O SERVIÇO DE FISIOTERAPIA EM UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

Cecília Ferreira de Aquino, Viviane Gontijo Augusto, Daniela Silva Moreira, Solange Ribeiro

Abstract


INTRODUÇÃO: A Fisioterapia é uma profissão da área da saúde capaz de desenvolver ações educativas para a promoção de saúde que interferem nos aspectos físicos, emocionais e sociais que influenciam na qualidade de vida dos indivíduos. OBJETIVO: Avaliar a eficácia do atendimento fisioterapêutico em grupo realizado em unidades básicas de saúde na melhora da qualidade de vida de seus usuários. METODOLOGIA: Foram avaliados 20 usuários que participam de atividades físicas e educativas em grupos coordenados por fisioterapeutas em quatro unidades básicas de saúde de Divinópolis (MG). Como instrumento de medida de qualidade de vida foi utilizado o questionário genérico SF-36, o qual possui 36 itens agrupados em 8 dimensões. A avaliação da qualidade de vida foi efetuada antes e após seis meses de realização das atividades em grupo. Para comparar as pontuações do SF-36 em cada domínio, obtidas nas avaliações inicial e final, foi utilizado o teste t para amostras pareadas. O nível de significância foi estabelecido em a = 0.05. RESULTADO: Os indivíduos avaliados apresentaram melhora dos domínios capacidade funcional (p = 0,002) e estado geral de saúde (p = 0,048). Entretanto, não houve melhora dos domínios dor, vitalidade, saúde mental e aspectos físicos, sociais e emocionais (p £ 0.410). CONCLUSÃO: A assistência fisioterápica na atenção primária à saúde é eficaz para melhorar os aspectos de capacidade funcional e estado geral de saúde, que interferem na qualidade de vida do indivíduo.

Refbacks

  • There are currently no refbacks.