MODELOS EXPERIMENTAIS DE INDUÇÃO À TENDINOSE POR ESFORÇO REPETITIVO - REVISÃO DE LITERATURA

Rafael Duarte Silva, Anílton Cesar Vasconcelos, Vinicius Castro Campos

Abstract


Objetivo: Revisar os modelos experimentais que buscaram induzir a tendinose em animais através de esforços repetitivos (overuse). Materiais e métodos: Foi realizada uma busca exaustiva e sistematizada no Pubmed/Medline, Cochrane/Bireme e PEDro limitada ao período de 01/01/1950 à 15/03/2007, no idioma inglês, em experimento animal e utilizando associações das palavras chaves: tendinophaty, animal, tendon e overuse injury. Resultados: Nove artigos foram encontrados, sendo que quatro utilizaram modelos de indução através de contração induzida por eletro-estimulação e cinco utilizaram modelos de indução através contração ativa. Discussão: Os modelos que utilizaram contração induzida por eletro-estimulação apresentaram pouca similaridade à evolução da tendinose em humanos, uma vez que os animais estavam sob anestesia e todo o metabolismo se encontrava alterado. Por outro lado, os modelos que utilizaram contração ativa se assemelhavam, com maior fidedignidade, ao que realmente acontece no desenvolvimento clínico da tendinose, principalmente naqueles em que o tendão tem participação ativa durante a atividade imposta. Conclusão: Muito ainda falta para termos modelos experimentais padronizados e sistematizados para os diversos tendões. Futuros modelos devem levar em consideração à especificidade de cada tendão e procurar induzir a lesão da maneira similar ao que acontece em humanos.

Refbacks

  • There are currently no refbacks.