HIDROTERAPIA E QUALIDADE DE VIDA DE UM PORTADOR DE ARTRITE REUMATÓIDE JUVENIL – ESTUDO DE CASO

Fernanda Censoni Santoni, Silvana C. Pereira de Freitas, Jussara de Oliveira, Raquel Agnelli Mesquita

Abstract


Introdução: A Artrite Reumatóide Juvenil é uma patologia crônica auto-imune, que afeta o tecido conjuntivo, sendo caracterizada por dor articular, rigidez e fadiga, havendo inflamação contínua nas articulações afetadas. Para que haja bom resultado no tratamento da ARJ, é necessário um diagnóstico precoce e a imediata intervenção fisioterápica. Objetivo: Avaliar a capacidade funcional e a qualidade de vida de uma criança portadora de ARJ submetida a um programa de hidroterapia, pelo questionário SF-36. Metodologia: O estudo teve a participação de um voluntário portador de ARJ, idade de 5 anos, avaliado no início e no final do tratamento utilizando métodos quantitativos (amplitude de movimento articular, força muscular, entre outros) e qualitativos, como o questionário de qualidade de vida SF- 36, adaptado ao paciente estudado. O tratamento consistiu de duas sessões semanais de hidroterapia, com duração de uma hora, totalizando 10 sessões. Em cada sessão, foram executados exercícios de amplitude de movimento e resistência especialmente para membros inferiores. Resultados: Pelos dados obtidos, foi observada a melhora da amplitude de movimento de joelho, quadril e tornozelo, redução da semiflexão de joelho adotada pelo paciente na posição ortostática, melhora da flexibilidade muscular (reto femoral e isquiotibiais), redução dos valores de cirtometria em membros inferiores e melhora na capacidade funcional, dor, estado geral de saúde e vitalidade (SF-36). Conclusão: A hidroterapia promoveu melhora significante na funcionalidade e qualidade de vida da criança portadora de artrite reumatóide juvenil.

Refbacks

  • There are currently no refbacks.