Da Grande Saúde. A Transvaloração Nietzschiana do Conceito de Saúde

Autores

  • Marta Faustino

DOI:

https://doi.org/10.7213/estudosnietzsche.05.002.AO03

Palavras-chave:

Saúde, Doença, Niilismo, Grande Saúde

Resumo

Saúde e doença são categorias fundamentais no pensamento de Nietzsche. Elas premeiam toda a sua obra e intermedeiam muitas das suas teses principais. Mais que isso, aquilo a que Nietzsche chamou “grande saúde” parece desempenhar um papel decisivo na sua tarefa de superação do niilismo e reabilitação da cultura ocidental. O presente artigo pretende elucidar a noção nietzschiana de “grande saúde” a partir de uma análise conceptual daquilo a que chamamos a transvaloração nietzschiana do conceito de saúde. Analisaremos a noção nietzschiana no contraste com a definição oficial de saúde, operante não só na medicina, mas também em outras práticas terapêuticas, como as filosófico-morais da Antiguidade ou as religiosas, como o cristianismo. Sendo manifesta a prevalência e relevância do conceito no pensamento de Nietzsche, procuraremos ainda determinar o seu critério para a aferição de saúde ou doença na ausência de uma definição universal alternativa. Por último, avaliaremos o conteúdo conceptual específico da noção de “grande saúde”, no contraste e/ ou continuidade com a sua concepção de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-11-23

Como Citar

Faustino, M. (2014). Da Grande Saúde. A Transvaloração Nietzschiana do Conceito de Saúde. Estudos De Nietzsche, 5(2). https://doi.org/10.7213/estudosnietzsche.05.002.AO03

Edição

Seção

Artigos