Excursão ao reino dos plumitivos e escrevinhadores: uma exposição sobre a oficina de trabalho da KGW IX

Marie-Luise Haase

Resumo


O presente artigo tem como objetivo comentar os resultados de trabalho da nova edição dos cadernos de Nietzsche, relativos ao período de 1885 a 1889, correspondente ao nono tomo das obras completas. Pretende-se apresentar, a partir de uma análise de casos específicos, de difícil decifração, a dinâmica do trabalho de edição, bem como explicitar, a partir de tais casos, a particularidade que constitui a escrita de Nietzsche.Trata-se, como se pode observar, de um trabalho filológico cuidadoso que reabre, ao certo, as discussões sobre as edições das obras de Nietzsche, em especial sobre aquelas que reúnem suas anotações pessoais e os fragmentos não publicados pelo filósofo.

Palavras-chave


Escrita; Decifração; Interpretação; Edição

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/ren.v2i1.22589

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.