Antagonismos e aproximações entre Zaratustra e Sócrates

Wilson Antonio Frezzatti Júnior

Resumo


Apesar das várias críticas contra Sócrates e Platão que encontramos nos textos de Nietzsche, podemos encontrar também algumas semelhanças. A principal delas está em uma importante característica da postura filosófica: a crítica aos valores vigentes. Zaratustra e Sócrates desconfiamdos conceitos e valores vigentes, propondo a sua superação. Entretanto, Nietzsche/Zaratustra supera a dualidade de qualidades absolutas opostas que fundamenta a metafísica e a crença na linguagem. A noção de vida entendida como processo contínuo de autossuperação é central para afilosofia nietzscheana: não há um único caminho possível para o potencial criador humano. A superação contínua dos valores de Zaratustra é antagonista ao bem e à verdade eternos e absolutos de Sócrates.

Palavras-chave


Filosofia; Nietzsche; Platão; Vontade de potência

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/ren.v1i1.22562

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.